Sexta-feira, 4 de Maio de 2007
Vazio

Sinto-me vazio, ou será antes meio vazio, ou meio cheio? Isto de passar a vida na cave não deve ser nada saudável. Antes via a vida sempre de copo meio cheio, agora vejo-a sempre de copo vazio. Mas a culpa é tua e dos teus amigos que não podem ver o copo cheio e toca logo de o botar a baixo. Estes últimos dias foram agitados, embandeiraram em revolucionários, em trabalhistas e queriam acabar comigo. Essa mania de querer tudo de uma vez só não pode ser assim, há que levar as coisas com calma, afinal estamos num país de brandos costumes e os grandes ideais e as revoluções já acabaram, já não existem mais. Vinham cheios de sede, gargantas secas de tanto gritarem palavras de ordem, mas acho que eram só desculpas para acabar com a frustração de gritar e ninguém ouvir, de nada ser feito, aquela sensação de impotência, afinal fizeram uma revolução para quê? Trinta e tal anos passados e ainda vivem em ditadura e desta vez uma bem pior uma democrática. Nunca mais aprendem a abrir os olhos, a serem esclarecidos, continuam a ir atrás de conversas mansas e sonhos de Dons Sebastiães e quando acordam toca de me vazarem, de me beber a essência, aquilo que faz de mim o que sou. Sou sempre eu quem acaba por pagar a factura dos vossos excessos. Eu, aquele que está cá em baixo, no fundo da escala, dos degraus, o pobre Barril guardado na cave. Sinto-me meio vazio, será que alguma vez voltarei a ver a vida de copo cheio, ou isso será apenas para ti e para os teus amigos que apenas se lembram de mim quando têm sede e andam de garganta rouca de tanto gritar. Gritar para quem não vos ouve, nem vos liga nenhuma. Esses ouvidos moucos que tão pouco mudaram em trinta e tal anos da dita democracia. A minha única esperança é que lá para Setembro voltas a encher-me de néctar. Somos mesmo ingénuos  continuamos a viver na eterna esperança de dias melhores. Só espero que  este ano a uva madure bem e o néctar seja bom e abundante que chegue para todos e mate a tua sede e dos teus amigos sem me vazarem muito pois quero companhia, sinto-me muito sozinho aqui em baixo.

--------------------------------- " ----------------------------------------

Antes que me esqueça ;) lançaram-me um desafio aqui http://calliean.blogs.sapo.pt/ e eu aceitei-o como tal desafio a quem passar por aqui a aceitá-lo também :S

publicado por Passo às 11:54
link do post | comentar | favorito
|
3 comentários:
De sonho a 6 de Maio de 2007 às 19:55
Olá minha querida amiga!

Queria convidar-te a visitar-me no blog do sonho,pois tem lá uma pequena brincadeirinha,espero que participes,pois da-nos para nos conhecer melhor uns aos outros!
espero que estejas a passar um lindo dia!
beijinhos sonhadores
sonho
Nota:o post só sai a meia noite
De real a 10 de Maio de 2007 às 11:12
Ganda malucoooooooooooooooooooooooo
De Maria a 23 de Maio de 2007 às 15:09
Olá .
Acredito que te sintas só, pois eu bebo "quase"sempre água.
Agora o nectar está sempre em cubas de inox,pois o barril sereno perfumado, de madeira antiga também está a acabar.
Pronto... Adorei a tua forma de escrever.
Deixo beijinhos e um sorriso :))
Maria

Comentar post

.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Fevereiro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
.posts recentes

. Sozinho

. Magusto

. Cheio de novo

. Até breve

. Desabafos

. Vazio

. Mosquito

. Saudades

. Ontem renasci

.arquivos

. Fevereiro 2011

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

blogs SAPO
.subscrever feeds