Quinta-feira, 17 de Fevereiro de 2011
Sozinho
Abandonaram-me ... cheio e abandonado. Nesta época do ano quando o néctar já escorre abundantemente de pipas, barris, garrafões, garrafas e copos eu fiquei para aqui, a transbordar sozinho. Por andas tu que outrora abrias a minha torneira e deixavas correr livremente o néctar que jaz em mim? Tu e os teus amigos, companheiras de folias, de noitadas passadas à minha volta a acompanhar os mais variados petiscos, por onde andam vós? Renderam-se aos encantos da cevada, ou ficaram submissos perante a vontade daquela que corre dos céus? Ela é vida sim, mas não é o néctar de Baco!!! O que reside em mim foi considerado uma bênção da vida, remédio para quase todas as maleitas ao longo dos séculos!!! Só na modernidade é que é considerado bebida de terceira, colado ao pior da sociedade, como se causasse vergonha ... E não me falem em problemas de saúde!! Tudo faz mal quando é demasiado é certo, daí que sempre digo, bebam-me com moderação!!! Fiquei só, mas eu não desisto, um dia voltas e quando tal acontecer a pândega vai ser tanta que nesse dia ninguém sairá na vertical, mas prometo reter todas as chaves de carro e só as liberar no dia seguinte ... Eu sei que voltam, afinal segundo dizem, o meu néctar quanto mais velho melhor ....
publicado por Passo às 10:54
link do post | comentar | favorito
|
.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Fevereiro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
.posts recentes

. Sozinho

. Magusto

. Cheio de novo

. Até breve

. Desabafos

. Vazio

. Mosquito

. Saudades

. Ontem renasci

.arquivos

. Fevereiro 2011

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

blogs SAPO
.subscrever feeds